Para se treinar em condições, tranquilidade e eficiência é necessário que toda uma equipa trabalhe longas horas nos bastidores para que tudo esteja em ordem. Alimentação, higiene, saúde, ferrador, cuidados médicos, osteopata, aquecimento, treino, acondicionamento de material, forragens, arreios manutenção de picadeiros, pistas, boxes, padocks, arruamentos, pátios, palheiros, arreios…são a nossa especialidade!

A equipa

Miguel de BragançaMiguel de Bragança

Discípulo de António Borba Monteiro desde 1992, cavaleiro da EPAE em 1996. É o responsável pela promoção e organização do Concurso Internacional, Taça Ibérica de Dressage, adjunto de António Monteiro no treino e acompanhamento diário dos cavaleiros da quadra de competição. Apoio técnico em todas as áreas de actividade da STAL.

Martim Ferreira da CunhaMartim Ferreira da Cunha

Discípulo de António Borba Monteiro desde 2004, monitor de equitação, cavaleiro da quadra no ensino e competição desde 2005. Frequentou os cursos de Gestão Equina - Alter do Chão e Aperfeiçoamento Equestre no Cadre Noir de Saumur. Responsável pela formação, iniciação e acompanhamento de jovens cavaleiros e cavalos na competição. Coordenador das vária atividades na STAL. Idiomas: Português, Francês, Espanhol e Inglês.

Francisco Corrêa HenriquesFrancisco Corrêa Henriques

Discípulo de António Borba Monteiro desde 1998, cavaleiro da quadra no ensino e na competição desde 2002. Formado em gestão com mestrado em finanças pela Universidade Católica Portuguesa, além de cavaleiro dá apoio técnico na gestão e promoção das várias atividades da STAL.

Assunção da Cunha MonteiroAssunção da Cunha Monteiro

Relações públicas da STAL desde 2002. Responsável pela divulgação e dinamização da Stal junto das camadas mais jovens, escolas, facebook etc..

António Borba Monteiro

António Borba Monteiro

António Borba Monteiro, professor de equitação clássica, mestre da Escola Portuguesa de Arte Equestre.

António Borba Monteiro nasce em Portugal no seio de uma familia de cavaleiros, criadores de cavalos e touros. É este o ambiente que pela mão do seu avô e do seu tio Guilherme Borba vai descobrindo e tomando gosto pelas tradições portuguesas á volta do cavalo Lusitano.

A obra equestre fascina-o e fá-lo sonhar com todos os ares e movimentos montando Ginetes Lusitanos. Aos 18 anos vai viver para casa do seu tio, a casa do seu avô de onde já não consegue estar longe. A equitação académica de raiz portuguesa é aí praticada e desenvolvida por reconhecidos mestres amigos da família há mais de 50 anos.

Apesar da paixão pelos cavalos é bacharel em engenharia de máquinas como o seu pai, saber que o ajuda a interpretar a dinâmica e esforços dos cavalos. Em 1981 entra para Escola Portuguesa de Arte Equestre, mais uma vez pela mão de seu tio que o leva primeiro ao aval de Mestre Nuno de Oliveira que o contrata para trabalhar os seus cavalos enquanto parte para a Austrália. Grande honra e responsabilidade! O mestre exclama: - Se os melhorares dou-tos….

É Mestre da EPAE desde 1998, onde continua a participar nos espectáculos e na formação de cavaleiros e cavalos. Pratica todos os ares que com a colaboração do seu tio e colegas ensina na escola e em casa. Também competiu em dressage com os cavalos da escola. Em casa fundou com amigos, criadores e cavaleiros a associação equestre - www.santoandrelusitanos.com onde continua o trabalho do seu tio, apurando cavalos de sela.

Na quinta há muitos alunos, professores, cavalos de todas as idades e níveis de ensino, para ajudar quem quer que apareça a entender-se com os cavalos e sobretudo não perder a paixão!